Perguntas Frequentes 3.0

FAQ

ADV - Vendas (1)

CAP - Contas a Pagar (3)

Este relatório mostra as transações que passam pelo BANCO ou CAIXA.
Nele é possível verificar onde originou o lançamento.
Exemplo:
Um título a receber, onde o recebimento foi feito pelo banco.

A Coluna Origem irá demonstrar CAR enquanto a fonte atual do Dado será BCO.
Os campos de conta gerencial e centro de custo será do lançamento que esta como fonte do dado.

A mesma regra aplica-se ao CAP.

Quando o banco para o qual for realizar a transferência for diferente, é preciso fazer através de TED e quando o banco for o mesmo, é preciso fazer Transferência Bancária.

Acessar o módulo cap

Ir no menu Lançamentos e selecionar a opção Substituição de Provisões a Pagar:

subst. prov a pagar

Após isso, é necessário selecionar uma provisão, e clicar no botão Gerar Título, como na imagem abaixo:

gerar título

 

É importante lembrar que, somente provisões de um mesmo fornecedor podem ser selecionadas ao mesmo tempo, caso contrário, o botão Gerar Título será desabilitado automaticamente.

Você pode ter mais informações sobre a Geração dos Títulos, clicando aqui.

CAR - Contas a Receber (1)

Este relatório mostra as transações que passam pelo BANCO ou CAIXA.
Nele é possível verificar onde originou o lançamento.
Exemplo:
Um título a receber, onde o recebimento foi feito pelo banco.

A Coluna Origem irá demonstrar CAR enquanto a fonte atual do Dado será BCO.
Os campos de conta gerencial e centro de custo será do lançamento que esta como fonte do dado.

A mesma regra aplica-se ao CAP.

BCO - Controle Bancário (1)

Este relatório mostra as transações que passam pelo BANCO ou CAIXA.
Nele é possível verificar onde originou o lançamento.
Exemplo:
Um título a receber, onde o recebimento foi feito pelo banco.

A Coluna Origem irá demonstrar CAR enquanto a fonte atual do Dado será BCO.
Os campos de conta gerencial e centro de custo será do lançamento que esta como fonte do dado.

A mesma regra aplica-se ao CAP.

DFI- Documentos Fiscais (6)

Você deve ir até DFI dfi-everest3.0

e clicar em Manutenção de Notas Emitidas, na área de Lançamentos.

lançamentos

Então, é necessário ir até a aba Consulta e selecionar a nota desejada para depois ir até a aba Manutenção e clicar duas vezes no campo ao lado direito do Observação da Nota.

obs da nota

A partir daí, é necessário colocar qualquer observação no campo, mesmo que seja “barra de espaço”. Ao clicar no botão salvar, a nota será reenviada.

Não. Atualmente no EVEREST, é possível alterar os dados da nota que não influenciam no seu valor final e isso inclui: tributos, quantidades, valores e qualquer parâmetro que influencia na seleção da configuração fiscal. Se houver a necessidade de alteração de qualquer um dos elementos citados, o usuário deverá cancelar a nota fiscal, alterar as informações desejadas na pré-nota e refaturar essa nota.

O motivo das restrições para alterações, é que qualquer alteração no valor ou nas quantidades da nota, obrigaria a alteração dos desdobramentos dela no sistema a saber: financeiro, estoque e contabilização.

É Através da tabela de preços, que é realizado o “de” / “para” entre os itens do EVEREST com os itens do fornecedor que estão na DANFE. Sem essa vinculação, não é possível ao EVEREST reconhecer qual item deve ser movimentado no estoque. Quando o EVEREST não conseguir encontrar uma tabela de preço válida ou um item da tabela vinculado a item da DANFE, serão mostrados alguns erros no monitor de DANFE’s como:

  • Tabela de preço não existente para o fornecedor.
  • Item fornecedor XXX-Descrição não localizado na tabela de preço do fornecedor.

Sem a correção desses erros, não será permitido o registro da entrada da DANFE.

O processo de cancelamento de uma nota fiscal no EVEREST, possui dois cenários distintos: 

1º – Cancelamento de Nota Rejeitada: uma nota fiscal rejeitada pela SEFAZ quando cancelada, será removida do sistema e então seu número será disponibilizado novamente para uso na próxima nota faturada com a mesma série fiscal. A pré-nota que deu origem a essa nota, será reativada nas quantidades referentes a nota cancelada e isso, para possibilitar o faturamento dessa nota novamente, após a correção dos erros que levaram a sua rejeição.

2º – Cancelamento de Nota Fiscal Autorizada: no cancelamento de uma nota fiscal autorizada, os títulos referentes a esta nota serão estornados, a contabilização será desfeita e a movimentação de estoque será revertida. Ainda, mediante confirmação do usuário, a pré-nota poderá ou não ser reativada nas quantidades referentes a nota. Para se cancelar uma nota fiscal autorizada, algumas regras deverão ser respeitadas:

  • os títulos não deverão ter movimentações ativas, qualquer movimentação nos títulos, deverão ser estornadas antes do cancelamento.
  • o mês contábil deverá estar aberto e a transação contábil gerada pela nota fiscal, não deverá estar inclusa em nenhum lote contábil. Se esse for o caso, antes do cancelamento, deve-se excluir o lote contábil que contém a transação da nota.

Passo a passo:

Ir em dfi-everest3.0

Acessar o menu Lançamentos e a opção Manutenção de Notas Emitidas:

manut. notas emitidas

Selecionar a nota autorizada ou rejeitada, na aba Consulta:

nota aut

E na aba Detalhes, clicar no botão ALT SITUAÇÃO

Então, é preciso colocar a sua Justificativa de Cancelamento e salvar.

justif

Ao salvar, a seguinte caixa de diálogo vai aparecer:

PRE-NOTA

Se clicar na opção Sim, a pré-nota será reativada no EVEREST e se clicar em Não, ela não será reativada.

Em ambas as opções, outra caixa de diálogo vai aparecer:

solic cancelamento

Quando a SEFAZ confirmar o cancelamento, os títulos referentes a ela serão estornados, a contabilização será desfeita e a movimentação do estoque será revertida, além de que a pré-nota será reativada, caso essa opção tenha sido selecionada.

Abaixo, temos o exemplo de dois XML’s: um que veio com informação do título e o outro XML, que veio sem informação do título.

O exemplo da esquerda, apresenta o bloco onde são informados os títulos. Esta informação vem abaixo de

No exemplo da direita, esse bloco não é apresentado no XML.

xml

 

O que podemos fazer, é enviar um e-mail para esses fornecedores e informar que precisamos dessas informações, a fim de facilitar o operacional.

Solução:

Acesse o aplicativo SIS|Materiais|Configuração de Materiais e efetue a configuração.

 

PLO - Portal de Lojas (1)

Solução:

Acesse o aplicativo SIS|Materiais|Configuração de Materiais e efetue a configuração.

 

MEU EVEREST (3)

Para carregar a imagem desejada, é necessário clicar na área dos slides no MEU EVEREST:

IMAGEM

E então você deve ir até a área de Cadastro e clicar no botão Novo:

MAIS

A partir daí, é necessário inserir o nome da Empresa e o seu Nome.

im eve

Para adicionar a imagem é necessário clicar na área selecionada abaixo e apertar o botão Insert, em seu teclado.

inserir imagem

66955

Categorias: MEU EVEREST

Essa alteração da aparência do sistema, é realizada por cada usuário.

Para fazer a alteração, é preciso clicar no botão superior direito no MEU EVEREST e ir em Perfil. sk

Depois disso, é preciso clicar na aba Outras Informações e escolher o skin na área de Aplicativos.

skin eve

Depois, é importante se lembrar de salvar a alteração no botão Gravar salvar.

 

Categorias: MEU EVEREST

Ao acessar algum módulo através do MEU EVEREST, a empresa carregada será sempre a cadastrada como padrão, conforme informado no Cadastro de Usuários no módulo ADS.

ADS

login

Caso o usuário queira alterar a empresa a ser operada, basta clicar no ícone Alterar Empresa, no menu MEU EVEREST.

alt empres

Então, será necessário selecionar a empresa a ser alterada e clicar no botão Selecionar, como mostrado na imagem abaixo:

alt empresa

Categorias: MEU EVEREST

SIS - Configuração do Sistema (1)

Acesse o SIS sis,

e então vá até o menu Geral e clique em Série de Documentos:

geral

Após isso, selecione a série NFF  na aba Consulta,

 

e altere seu número na aba Cadastro, na coluna Último Documento:

Sem títulocadastro

Depois, é importante se lembrar de salvar a alteração no botão Gravar salvar

ADS - Administração (3)

Acesse ADS

E então vá até o menu Cadastros e clique em Configuração de Relatórios:

menu

Na aba Consulta, escolha o relatório que deseja designar:

cons

e na aba Cadastro, escolha o usuário para quem deseja liberar o relatório:

usua

Salvar a operação ao final das configurações. word-image

 

 

Acesse ADS

E então vá até o menu Cadastros e clique em Procedimentos:

proc

Na aba Consulta, selecione a opção Usuários do Sistema:

pro

Na aba Cadastro, na área de Dados, selecione o procedimento e o usuário designado:

dados

Salvar a operação ao final das configurações. word-image

Vá até ADS

e no menu Cadastros, clique em Meus Aplicativos por Usuário:

meus apps

 

Então, na aba Consulta, selecione o usuário clicando duas vezes:

adm

Depois, vá até a aba Cadastro, selecione o App e salve a execução.

MODULOS

 

 

 

ADM - Materiais (1)

Ir em adm

Selecionar Itens (Produtos) no menu Cadastros:

itens (produtos)

Escolher o produto na aba Consulta e então ir até a aba Cadastro e na área Básico, selecionar a embalagem a ser definida, no campo Embalagem Padrão de Estoque.

cadastr

 

Gravar as alterações ao final da operação. word-image

 

Categorias: ADM - Materiais

Ativação do PDV (2)

1.1- Cadastro de Empresa (Planos, Configuração Financeira).
1.2- Usuários x Empresas.
1.3- Duplicação das Bandeiras.
1.4- Abertura do Calendário Contábil x Empresa.
1.5- Série de Documentos x Empresas.
1.6- Configuração MLO/ Cadastro.
1.7- Configuração MLO/ Tipo de Pagamento.
1.8- Cadastro Cartão de Crédito x Empresa.
1.9- Cadastro ou duplicação de Códigos de Venda, quando o PDV utilizar código de venda. Caso para a nova loja o código de venda for o mesmo, é possível duplicar de uma loja para outra, desde que ela utilize o mesmo PDV.
1.10- Configuração Financeira por Loja.
1.11- Configuração de Materiais por Loja.
1.12- Após configurar o MLO com o CNPJ das lojas e franquias, solicitar para a ACOMTEC configurar as integrações no DATACENTER (ACOMSERVICE).
1.13- Solicitar para a ACOMTEC a geração do token e a URL do webservice para disponibilizar para o PDV.
1.14- Passar a URL do webservice e token para a empresa do PDV, para que seu sistema seja configurado para enviar os arquivos através desse webservice.

Obs: Para arquivos de NFC-e, é necessário instalar o ACOMREMOTO e então dar acesso às máquinas que terão os arquivos de XML e passar as informações para a ACOMTEC configurar o ACOMREMOTO. É preciso informar a ACOMTEC também, a pasta onde estão sendo disponibilizados os arquivos XML.

Categorias: Ativação do PDV

O fechamento diário do PDV da LINX, é sincronizado com a base em Nuvem da LINX, e lá são gerados os arquivos de vendas disponibilizados para a ACOM.

1- As configurações necessárias são:

1.1- Cadastro de Empresa (Planos, Configuração Financeira)
1.2- Usuários x Empresas
1.3- Duplicação das Bandeiras
1.4- Abertura do Calendário Contabil x Empresa
1.5- Série de Documentos x Empresas
1.6- Configuração MLO/ Cadastro
1.7- Configuração MLO/ Tipo de Pagamento
1.8- Cadastro Cartão de Crédito x Empresa
1.9- Cadastro ou duplicação de Códigos de venda, quando PDV usar código de venda. Caso para a nova loja o código de venda for o mesmo, é possível duplicar de uma loja para outra, desde que ela utilize o mesmo PDV.
1.10- Configuração Financeira por Loja
1.11- Configuração de Materiais por Loja
1.12- Após configurar o MLO com o CNPJ da franquia, solicitar para a ACOMTEC adicionar no ACOMSERVICE

Temos  liberado no cronograma, o processo de ativação das lojas próprias e estaremos disponibilizando essas atividades necessárias para a ativação das franquias.

Categorias: Ativação do PDV

Load More

Mais Populares

ADV - Vendas (1)

CAP - Contas a Pagar (3)

Este relatório mostra as transações que passam pelo BANCO ou CAIXA.
Nele é possível verificar onde originou o lançamento.
Exemplo:
Um título a receber, onde o recebimento foi feito pelo banco.

A Coluna Origem irá demonstrar CAR enquanto a fonte atual do Dado será BCO.
Os campos de conta gerencial e centro de custo será do lançamento que esta como fonte do dado.

A mesma regra aplica-se ao CAP.

Quando o banco para o qual for realizar a transferência for diferente, é preciso fazer através de TED e quando o banco for o mesmo, é preciso fazer Transferência Bancária.

Acessar o módulo cap

Ir no menu Lançamentos e selecionar a opção Substituição de Provisões a Pagar:

subst. prov a pagar

Após isso, é necessário selecionar uma provisão, e clicar no botão Gerar Título, como na imagem abaixo:

gerar título

 

É importante lembrar que, somente provisões de um mesmo fornecedor podem ser selecionadas ao mesmo tempo, caso contrário, o botão Gerar Título será desabilitado automaticamente.

Você pode ter mais informações sobre a Geração dos Títulos, clicando aqui.

CAR - Contas a Receber (1)

Este relatório mostra as transações que passam pelo BANCO ou CAIXA.
Nele é possível verificar onde originou o lançamento.
Exemplo:
Um título a receber, onde o recebimento foi feito pelo banco.

A Coluna Origem irá demonstrar CAR enquanto a fonte atual do Dado será BCO.
Os campos de conta gerencial e centro de custo será do lançamento que esta como fonte do dado.

A mesma regra aplica-se ao CAP.

BCO - Controle Bancário (1)

Este relatório mostra as transações que passam pelo BANCO ou CAIXA.
Nele é possível verificar onde originou o lançamento.
Exemplo:
Um título a receber, onde o recebimento foi feito pelo banco.

A Coluna Origem irá demonstrar CAR enquanto a fonte atual do Dado será BCO.
Os campos de conta gerencial e centro de custo será do lançamento que esta como fonte do dado.

A mesma regra aplica-se ao CAP.

DFI- Documentos Fiscais (5)

Solução:

Acesse o aplicativo SIS|Materiais|Configuração de Materiais e efetue a configuração.

 

Você deve ir até DFI dfi-everest3.0

e clicar em Manutenção de Notas Emitidas, na área de Lançamentos.

lançamentos

Então, é necessário ir até a aba Consulta e selecionar a nota desejada para depois ir até a aba Manutenção e clicar duas vezes no campo ao lado direito do Observação da Nota.

obs da nota

A partir daí, é necessário colocar qualquer observação no campo, mesmo que seja “barra de espaço”. Ao clicar no botão salvar, a nota será reenviada.

O processo de cancelamento de uma nota fiscal no EVEREST, possui dois cenários distintos: 

1º – Cancelamento de Nota Rejeitada: uma nota fiscal rejeitada pela SEFAZ quando cancelada, será removida do sistema e então seu número será disponibilizado novamente para uso na próxima nota faturada com a mesma série fiscal. A pré-nota que deu origem a essa nota, será reativada nas quantidades referentes a nota cancelada e isso, para possibilitar o faturamento dessa nota novamente, após a correção dos erros que levaram a sua rejeição.

2º – Cancelamento de Nota Fiscal Autorizada: no cancelamento de uma nota fiscal autorizada, os títulos referentes a esta nota serão estornados, a contabilização será desfeita e a movimentação de estoque será revertida. Ainda, mediante confirmação do usuário, a pré-nota poderá ou não ser reativada nas quantidades referentes a nota. Para se cancelar uma nota fiscal autorizada, algumas regras deverão ser respeitadas:

  • os títulos não deverão ter movimentações ativas, qualquer movimentação nos títulos, deverão ser estornadas antes do cancelamento.
  • o mês contábil deverá estar aberto e a transação contábil gerada pela nota fiscal, não deverá estar inclusa em nenhum lote contábil. Se esse for o caso, antes do cancelamento, deve-se excluir o lote contábil que contém a transação da nota.

Passo a passo:

Ir em dfi-everest3.0

Acessar o menu Lançamentos e a opção Manutenção de Notas Emitidas:

manut. notas emitidas

Selecionar a nota autorizada ou rejeitada, na aba Consulta:

nota aut

E na aba Detalhes, clicar no botão ALT SITUAÇÃO

Então, é preciso colocar a sua Justificativa de Cancelamento e salvar.

justif

Ao salvar, a seguinte caixa de diálogo vai aparecer:

PRE-NOTA

Se clicar na opção Sim, a pré-nota será reativada no EVEREST e se clicar em Não, ela não será reativada.

Em ambas as opções, outra caixa de diálogo vai aparecer:

solic cancelamento

Quando a SEFAZ confirmar o cancelamento, os títulos referentes a ela serão estornados, a contabilização será desfeita e a movimentação do estoque será revertida, além de que a pré-nota será reativada, caso essa opção tenha sido selecionada.

Não. Atualmente no EVEREST, é possível alterar os dados da nota que não influenciam no seu valor final e isso inclui: tributos, quantidades, valores e qualquer parâmetro que influencia na seleção da configuração fiscal. Se houver a necessidade de alteração de qualquer um dos elementos citados, o usuário deverá cancelar a nota fiscal, alterar as informações desejadas na pré-nota e refaturar essa nota.

O motivo das restrições para alterações, é que qualquer alteração no valor ou nas quantidades da nota, obrigaria a alteração dos desdobramentos dela no sistema a saber: financeiro, estoque e contabilização.

É Através da tabela de preços, que é realizado o “de” / “para” entre os itens do EVEREST com os itens do fornecedor que estão na DANFE. Sem essa vinculação, não é possível ao EVEREST reconhecer qual item deve ser movimentado no estoque. Quando o EVEREST não conseguir encontrar uma tabela de preço válida ou um item da tabela vinculado a item da DANFE, serão mostrados alguns erros no monitor de DANFE’s como:

  • Tabela de preço não existente para o fornecedor.
  • Item fornecedor XXX-Descrição não localizado na tabela de preço do fornecedor.

Sem a correção desses erros, não será permitido o registro da entrada da DANFE.

PLO - Portal de Lojas (1)

Solução:

Acesse o aplicativo SIS|Materiais|Configuração de Materiais e efetue a configuração.

 

MEU EVEREST (3)

Para carregar a imagem desejada, é necessário clicar na área dos slides no MEU EVEREST:

IMAGEM

E então você deve ir até a área de Cadastro e clicar no botão Novo:

MAIS

A partir daí, é necessário inserir o nome da Empresa e o seu Nome.

im eve

Para adicionar a imagem é necessário clicar na área selecionada abaixo e apertar o botão Insert, em seu teclado.

inserir imagem

66955

Categorias: MEU EVEREST

Ao acessar algum módulo através do MEU EVEREST, a empresa carregada será sempre a cadastrada como padrão, conforme informado no Cadastro de Usuários no módulo ADS.

ADS

login

Caso o usuário queira alterar a empresa a ser operada, basta clicar no ícone Alterar Empresa, no menu MEU EVEREST.

alt empres

Então, será necessário selecionar a empresa a ser alterada e clicar no botão Selecionar, como mostrado na imagem abaixo:

alt empresa

Categorias: MEU EVEREST

Essa alteração da aparência do sistema, é realizada por cada usuário.

Para fazer a alteração, é preciso clicar no botão superior direito no MEU EVEREST e ir em Perfil. sk

Depois disso, é preciso clicar na aba Outras Informações e escolher o skin na área de Aplicativos.

skin eve

Depois, é importante se lembrar de salvar a alteração no botão Gravar salvar.

 

Categorias: MEU EVEREST

SIS - Configuração do Sistema (1)

Acesse o SIS sis,

e então vá até o menu Geral e clique em Série de Documentos:

geral

Após isso, selecione a série NFF  na aba Consulta,

 

e altere seu número na aba Cadastro, na coluna Último Documento:

Sem títulocadastro

Depois, é importante se lembrar de salvar a alteração no botão Gravar salvar

ADS - Administração (3)

Acesse ADS

E então vá até o menu Cadastros e clique em Configuração de Relatórios:

menu

Na aba Consulta, escolha o relatório que deseja designar:

cons

e na aba Cadastro, escolha o usuário para quem deseja liberar o relatório:

usua

Salvar a operação ao final das configurações. word-image

 

 

Acesse ADS

E então vá até o menu Cadastros e clique em Procedimentos:

proc

Na aba Consulta, selecione a opção Usuários do Sistema:

pro

Na aba Cadastro, na área de Dados, selecione o procedimento e o usuário designado:

dados

Salvar a operação ao final das configurações. word-image

Vá até ADS

e no menu Cadastros, clique em Meus Aplicativos por Usuário:

meus apps

 

Então, na aba Consulta, selecione o usuário clicando duas vezes:

adm

Depois, vá até a aba Cadastro, selecione o App e salve a execução.

MODULOS

 

 

 

ADM - Materiais (1)

Ir em adm

Selecionar Itens (Produtos) no menu Cadastros:

itens (produtos)

Escolher o produto na aba Consulta e então ir até a aba Cadastro e na área Básico, selecionar a embalagem a ser definida, no campo Embalagem Padrão de Estoque.

cadastr

 

Gravar as alterações ao final da operação. word-image

 

Categorias: ADM - Materiais

Ativação do PDV (2)

O fechamento diário do PDV da LINX, é sincronizado com a base em Nuvem da LINX, e lá são gerados os arquivos de vendas disponibilizados para a ACOM.

1- As configurações necessárias são:

1.1- Cadastro de Empresa (Planos, Configuração Financeira)
1.2- Usuários x Empresas
1.3- Duplicação das Bandeiras
1.4- Abertura do Calendário Contabil x Empresa
1.5- Série de Documentos x Empresas
1.6- Configuração MLO/ Cadastro
1.7- Configuração MLO/ Tipo de Pagamento
1.8- Cadastro Cartão de Crédito x Empresa
1.9- Cadastro ou duplicação de Códigos de venda, quando PDV usar código de venda. Caso para a nova loja o código de venda for o mesmo, é possível duplicar de uma loja para outra, desde que ela utilize o mesmo PDV.
1.10- Configuração Financeira por Loja
1.11- Configuração de Materiais por Loja
1.12- Após configurar o MLO com o CNPJ da franquia, solicitar para a ACOMTEC adicionar no ACOMSERVICE

Temos  liberado no cronograma, o processo de ativação das lojas próprias e estaremos disponibilizando essas atividades necessárias para a ativação das franquias.

Categorias: Ativação do PDV

1.1- Cadastro de Empresa (Planos, Configuração Financeira).
1.2- Usuários x Empresas.
1.3- Duplicação das Bandeiras.
1.4- Abertura do Calendário Contábil x Empresa.
1.5- Série de Documentos x Empresas.
1.6- Configuração MLO/ Cadastro.
1.7- Configuração MLO/ Tipo de Pagamento.
1.8- Cadastro Cartão de Crédito x Empresa.
1.9- Cadastro ou duplicação de Códigos de Venda, quando o PDV utilizar código de venda. Caso para a nova loja o código de venda for o mesmo, é possível duplicar de uma loja para outra, desde que ela utilize o mesmo PDV.
1.10- Configuração Financeira por Loja.
1.11- Configuração de Materiais por Loja.
1.12- Após configurar o MLO com o CNPJ das lojas e franquias, solicitar para a ACOMTEC configurar as integrações no DATACENTER (ACOMSERVICE).
1.13- Solicitar para a ACOMTEC a geração do token e a URL do webservice para disponibilizar para o PDV.
1.14- Passar a URL do webservice e token para a empresa do PDV, para que seu sistema seja configurado para enviar os arquivos através desse webservice.

Obs: Para arquivos de NFC-e, é necessário instalar o ACOMREMOTO e então dar acesso às máquinas que terão os arquivos de XML e passar as informações para a ACOMTEC configurar o ACOMREMOTO. É preciso informar a ACOMTEC também, a pasta onde estão sendo disponibilizados os arquivos XML.

Categorias: Ativação do PDV

Load More

Mais Recentes

ADV - Vendas (1)

CAP - Contas a Pagar (3)

Quando o banco para o qual for realizar a transferência for diferente, é preciso fazer através de TED e quando o banco for o mesmo, é preciso fazer Transferência Bancária.

Acessar o módulo cap

Ir no menu Lançamentos e selecionar a opção Substituição de Provisões a Pagar:

subst. prov a pagar

Após isso, é necessário selecionar uma provisão, e clicar no botão Gerar Título, como na imagem abaixo:

gerar título

 

É importante lembrar que, somente provisões de um mesmo fornecedor podem ser selecionadas ao mesmo tempo, caso contrário, o botão Gerar Título será desabilitado automaticamente.

Você pode ter mais informações sobre a Geração dos Títulos, clicando aqui.

Este relatório mostra as transações que passam pelo BANCO ou CAIXA.
Nele é possível verificar onde originou o lançamento.
Exemplo:
Um título a receber, onde o recebimento foi feito pelo banco.

A Coluna Origem irá demonstrar CAR enquanto a fonte atual do Dado será BCO.
Os campos de conta gerencial e centro de custo será do lançamento que esta como fonte do dado.

A mesma regra aplica-se ao CAP.

CAR - Contas a Receber (1)

Este relatório mostra as transações que passam pelo BANCO ou CAIXA.
Nele é possível verificar onde originou o lançamento.
Exemplo:
Um título a receber, onde o recebimento foi feito pelo banco.

A Coluna Origem irá demonstrar CAR enquanto a fonte atual do Dado será BCO.
Os campos de conta gerencial e centro de custo será do lançamento que esta como fonte do dado.

A mesma regra aplica-se ao CAP.

BCO - Controle Bancário (1)

Este relatório mostra as transações que passam pelo BANCO ou CAIXA.
Nele é possível verificar onde originou o lançamento.
Exemplo:
Um título a receber, onde o recebimento foi feito pelo banco.

A Coluna Origem irá demonstrar CAR enquanto a fonte atual do Dado será BCO.
Os campos de conta gerencial e centro de custo será do lançamento que esta como fonte do dado.

A mesma regra aplica-se ao CAP.

DFI- Documentos Fiscais (5)

Abaixo, temos o exemplo de dois XML’s: um que veio com informação do título e o outro XML, que veio sem informação do título.

O exemplo da esquerda, apresenta o bloco onde são informados os títulos. Esta informação vem abaixo de

No exemplo da direita, esse bloco não é apresentado no XML.

xml

 

O que podemos fazer, é enviar um e-mail para esses fornecedores e informar que precisamos dessas informações, a fim de facilitar o operacional.

Não. Atualmente no EVEREST, é possível alterar os dados da nota que não influenciam no seu valor final e isso inclui: tributos, quantidades, valores e qualquer parâmetro que influencia na seleção da configuração fiscal. Se houver a necessidade de alteração de qualquer um dos elementos citados, o usuário deverá cancelar a nota fiscal, alterar as informações desejadas na pré-nota e refaturar essa nota.

O motivo das restrições para alterações, é que qualquer alteração no valor ou nas quantidades da nota, obrigaria a alteração dos desdobramentos dela no sistema a saber: financeiro, estoque e contabilização.

O processo de cancelamento de uma nota fiscal no EVEREST, possui dois cenários distintos: 

1º – Cancelamento de Nota Rejeitada: uma nota fiscal rejeitada pela SEFAZ quando cancelada, será removida do sistema e então seu número será disponibilizado novamente para uso na próxima nota faturada com a mesma série fiscal. A pré-nota que deu origem a essa nota, será reativada nas quantidades referentes a nota cancelada e isso, para possibilitar o faturamento dessa nota novamente, após a correção dos erros que levaram a sua rejeição.

2º – Cancelamento de Nota Fiscal Autorizada: no cancelamento de uma nota fiscal autorizada, os títulos referentes a esta nota serão estornados, a contabilização será desfeita e a movimentação de estoque será revertida. Ainda, mediante confirmação do usuário, a pré-nota poderá ou não ser reativada nas quantidades referentes a nota. Para se cancelar uma nota fiscal autorizada, algumas regras deverão ser respeitadas:

  • os títulos não deverão ter movimentações ativas, qualquer movimentação nos títulos, deverão ser estornadas antes do cancelamento.
  • o mês contábil deverá estar aberto e a transação contábil gerada pela nota fiscal, não deverá estar inclusa em nenhum lote contábil. Se esse for o caso, antes do cancelamento, deve-se excluir o lote contábil que contém a transação da nota.

Passo a passo:

Ir em dfi-everest3.0

Acessar o menu Lançamentos e a opção Manutenção de Notas Emitidas:

manut. notas emitidas

Selecionar a nota autorizada ou rejeitada, na aba Consulta:

nota aut

E na aba Detalhes, clicar no botão ALT SITUAÇÃO

Então, é preciso colocar a sua Justificativa de Cancelamento e salvar.

justif

Ao salvar, a seguinte caixa de diálogo vai aparecer:

PRE-NOTA

Se clicar na opção Sim, a pré-nota será reativada no EVEREST e se clicar em Não, ela não será reativada.

Em ambas as opções, outra caixa de diálogo vai aparecer:

solic cancelamento

Quando a SEFAZ confirmar o cancelamento, os títulos referentes a ela serão estornados, a contabilização será desfeita e a movimentação do estoque será revertida, além de que a pré-nota será reativada, caso essa opção tenha sido selecionada.

É Através da tabela de preços, que é realizado o “de” / “para” entre os itens do EVEREST com os itens do fornecedor que estão na DANFE. Sem essa vinculação, não é possível ao EVEREST reconhecer qual item deve ser movimentado no estoque. Quando o EVEREST não conseguir encontrar uma tabela de preço válida ou um item da tabela vinculado a item da DANFE, serão mostrados alguns erros no monitor de DANFE’s como:

  • Tabela de preço não existente para o fornecedor.
  • Item fornecedor XXX-Descrição não localizado na tabela de preço do fornecedor.

Sem a correção desses erros, não será permitido o registro da entrada da DANFE.

Você deve ir até DFI dfi-everest3.0

e clicar em Manutenção de Notas Emitidas, na área de Lançamentos.

lançamentos

Então, é necessário ir até a aba Consulta e selecionar a nota desejada para depois ir até a aba Manutenção e clicar duas vezes no campo ao lado direito do Observação da Nota.

obs da nota

A partir daí, é necessário colocar qualquer observação no campo, mesmo que seja “barra de espaço”. Ao clicar no botão salvar, a nota será reenviada.

PLO - Portal de Lojas (1)

Solução:

Acesse o aplicativo SIS|Materiais|Configuração de Materiais e efetue a configuração.

 

MEU EVEREST (3)

Essa alteração da aparência do sistema, é realizada por cada usuário.

Para fazer a alteração, é preciso clicar no botão superior direito no MEU EVEREST e ir em Perfil. sk

Depois disso, é preciso clicar na aba Outras Informações e escolher o skin na área de Aplicativos.

skin eve

Depois, é importante se lembrar de salvar a alteração no botão Gravar salvar.

 

Categorias: MEU EVEREST

Ao acessar algum módulo através do MEU EVEREST, a empresa carregada será sempre a cadastrada como padrão, conforme informado no Cadastro de Usuários no módulo ADS.

ADS

login

Caso o usuário queira alterar a empresa a ser operada, basta clicar no ícone Alterar Empresa, no menu MEU EVEREST.

alt empres

Então, será necessário selecionar a empresa a ser alterada e clicar no botão Selecionar, como mostrado na imagem abaixo:

alt empresa

Categorias: MEU EVEREST

Para carregar a imagem desejada, é necessário clicar na área dos slides no MEU EVEREST:

IMAGEM

E então você deve ir até a área de Cadastro e clicar no botão Novo:

MAIS

A partir daí, é necessário inserir o nome da Empresa e o seu Nome.

im eve

Para adicionar a imagem é necessário clicar na área selecionada abaixo e apertar o botão Insert, em seu teclado.

inserir imagem

66955

Categorias: MEU EVEREST

SIS - Configuração do Sistema (1)

Acesse o SIS sis,

e então vá até o menu Geral e clique em Série de Documentos:

geral

Após isso, selecione a série NFF  na aba Consulta,

 

e altere seu número na aba Cadastro, na coluna Último Documento:

Sem títulocadastro

Depois, é importante se lembrar de salvar a alteração no botão Gravar salvar

ADS - Administração (3)

Acesse ADS

E então vá até o menu Cadastros e clique em Procedimentos:

proc

Na aba Consulta, selecione a opção Usuários do Sistema:

pro

Na aba Cadastro, na área de Dados, selecione o procedimento e o usuário designado:

dados

Salvar a operação ao final das configurações. word-image

Acesse ADS

E então vá até o menu Cadastros e clique em Configuração de Relatórios:

menu

Na aba Consulta, escolha o relatório que deseja designar:

cons

e na aba Cadastro, escolha o usuário para quem deseja liberar o relatório:

usua

Salvar a operação ao final das configurações. word-image

 

 

Vá até ADS

e no menu Cadastros, clique em Meus Aplicativos por Usuário:

meus apps

 

Então, na aba Consulta, selecione o usuário clicando duas vezes:

adm

Depois, vá até a aba Cadastro, selecione o App e salve a execução.

MODULOS

 

 

 

ADM - Materiais (1)

Ir em adm

Selecionar Itens (Produtos) no menu Cadastros:

itens (produtos)

Escolher o produto na aba Consulta e então ir até a aba Cadastro e na área Básico, selecionar a embalagem a ser definida, no campo Embalagem Padrão de Estoque.

cadastr

 

Gravar as alterações ao final da operação. word-image

 

Categorias: ADM - Materiais

Ativação do PDV (2)

1.1- Cadastro de Empresa (Planos, Configuração Financeira).
1.2- Usuários x Empresas.
1.3- Duplicação das Bandeiras.
1.4- Abertura do Calendário Contábil x Empresa.
1.5- Série de Documentos x Empresas.
1.6- Configuração MLO/ Cadastro.
1.7- Configuração MLO/ Tipo de Pagamento.
1.8- Cadastro Cartão de Crédito x Empresa.
1.9- Cadastro ou duplicação de Códigos de Venda, quando o PDV utilizar código de venda. Caso para a nova loja o código de venda for o mesmo, é possível duplicar de uma loja para outra, desde que ela utilize o mesmo PDV.
1.10- Configuração Financeira por Loja.
1.11- Configuração de Materiais por Loja.
1.12- Após configurar o MLO com o CNPJ das lojas e franquias, solicitar para a ACOMTEC configurar as integrações no DATACENTER (ACOMSERVICE).
1.13- Solicitar para a ACOMTEC a geração do token e a URL do webservice para disponibilizar para o PDV.
1.14- Passar a URL do webservice e token para a empresa do PDV, para que seu sistema seja configurado para enviar os arquivos através desse webservice.

Obs: Para arquivos de NFC-e, é necessário instalar o ACOMREMOTO e então dar acesso às máquinas que terão os arquivos de XML e passar as informações para a ACOMTEC configurar o ACOMREMOTO. É preciso informar a ACOMTEC também, a pasta onde estão sendo disponibilizados os arquivos XML.

Categorias: Ativação do PDV

O fechamento diário do PDV da LINX, é sincronizado com a base em Nuvem da LINX, e lá são gerados os arquivos de vendas disponibilizados para a ACOM.

1- As configurações necessárias são:

1.1- Cadastro de Empresa (Planos, Configuração Financeira)
1.2- Usuários x Empresas
1.3- Duplicação das Bandeiras
1.4- Abertura do Calendário Contabil x Empresa
1.5- Série de Documentos x Empresas
1.6- Configuração MLO/ Cadastro
1.7- Configuração MLO/ Tipo de Pagamento
1.8- Cadastro Cartão de Crédito x Empresa
1.9- Cadastro ou duplicação de Códigos de venda, quando PDV usar código de venda. Caso para a nova loja o código de venda for o mesmo, é possível duplicar de uma loja para outra, desde que ela utilize o mesmo PDV.
1.10- Configuração Financeira por Loja
1.11- Configuração de Materiais por Loja
1.12- Após configurar o MLO com o CNPJ da franquia, solicitar para a ACOMTEC adicionar no ACOMSERVICE

Temos  liberado no cronograma, o processo de ativação das lojas próprias e estaremos disponibilizando essas atividades necessárias para a ativação das franquias.

Categorias: Ativação do PDV

Load More